7 de abr de 2011

Um tributo a Kurt ou "Smells like teen spirit"

"Come as you are, as you were,

As I want you to be,

as a friend,

As a friend, as an old enemy"

Nirvana - Come as you are



Há 17 anos, o corpo de Kurt Cobain foi encontrado, sua morte teria ocorrido no dia 5/04/1994. O fundador do Nirvana teria se matado com um tiro na cabeça. Em todo o mundo jovens de calças rasgadas, camisas xadrezes e cabelos bagunçados choravam enlutados. Smells like teen spirit.



Vídeo já clássico de "Smells like teen spirit".



Mischa Barton que tem um estilo super rocker, sempre aparece com produções grunges.



Nirvana = é o estado de libertação do sofrimento. Kurt era depressivo desde muito jovem, mas em vários momentos ele demonstra esperança, como ao escolher o nome de sua banda.



Grunge por Marc Jacobs. O estilista americano levou o grunge para as passarelas em 1993 para a Perry Ellis, baseado em seu próprio envolvimento com a revolução musical que estava ocorrendo.




No I don´t have a gun.... - Clipe de Come as you are.



Jessica Alba que tem o grunge como lifestyle, Alessandra Ambrósio e Jennifer Aniston. O grunge saiu dos palcos para os armários das celebrities.



Kurt e Frances sua filhinha com Courtney Love (da banda Hole). Talvez o nascimento da filha tenha feito Kurt viver mais tempo.




Gisele Bündchen em look grunge clássico. Taylor Monsem primeiro em look grunge chic e na segunda foto apesar da camiseta do Iron Maiden (metal :P) a camisa xadrez é inconfundivelmente grunge.




Família grunge.



Minha wish list grunge inspired.



Kurt suicidou-se aos 27 anos, depois de mudar para sempre a história da música com sua banda de Seattle e imprimir sua marca na cultura jovem dos anos 90 que se reflete até hoje. O grunge não virou só um estilo de música de bandas de garagem, e sim um movimento cultural que se espalhou por todo o mundo na voz rouca do rapaz de enormes olhos azuis que gritava suas próprias ânsias de jovem vindo da classe baixa, excluído e que revelou indentificações em todo o mundo.



"I can't see the end of me


My whole expanse


I cannot see


I formulate infinity


And store it deep inside of me"


Nirvana - Oh, me

2 comentários:

Lidi ® disse...

Adoro os teus posts, a forma como associa vários fatos com moda e estilo. Leio com prazer (:
Mas (esse "mas" não é ruim, tá?! rs...) acho as músicas da banda beeem depressivas mesmo, tipo, se uma pessoa tem chance de se matar, ouvindo Nirvana ela dá cabo da vida na hora kkkkkkk.... Gosto é gosto! Tem gente que ouve Calipso =P
Bjokaaa...


http://seguindotendencias.blogspot.com

Andressa disse...

Virei fã do blog, vcs escolhem temas muito legais, estão de parabéns!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...